quarta-feira, 1 de maio de 2013

Comemorando a literatura brasileira!


Segundo a Tv Brasil, hoje além do Dia do Trabalho também comemoramos o Dia da Literatura Brasileira... [A data é uma homenagem ao aniversário de José de Alencar, um dos maiores escritores da literatura brasileira, nascido em 1829 e autor de obras que marcaram época como Iracema e O Guarani], ora, não posso deixar passar data tão festiva!

Trago 2 sugestões de escritores nacionais:

Zélia Gattai

 
Relato dos anos de exílio que Zélia Gattai e Jorge Amado passaram na Europa, Senhora dona do baile nos oferece, sob o disfarce da inocência, um vigoroso retrato do pós-guerra. A Guerra Fria racha o mundo ao meio, transformando as diferenças intelectuais e políticas em graves inimizades. São anos tensos, que Zélia fisga com agilidade incomum. Leia um trecho aqui.
 
Mário Quintana
 

OS DEGRAUS
 
Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo...


Mais
aqui.
#E aí, quais são os escritores ou as obras brasileiras preferidas de vocês?
 
:]
 

4 comentários:

Mira disse...

Viva a literatura Brasileira,
Zélia Gatai e Jorge Amado ,são escritores ,muito queridos e lidos
em Portugal ,beijo

Bia Jubiart disse...

Oi Mila!

Visitando as minhas visitas do bookcrossing, parece que as horas pegam o trem bala rsrsrs.
Não sabia sobre esta segunda data, já vários do José de Alencar na juventude, gostei muito do "Senhora", retrata com riqueza comportamentos de uma época. Tenha muitos livros que gostei e que me marcaram, em especial um que li na oitava série "Eram Os Deuses Astronautas", li na adolescência, na fase adulta (dizem) e acho que vou trireler (novo vocabulário rs) na tal da melhor idade... Enfim, em cada época vejo ele de forma diferente com novas interpretações...
Bela, seja sempre bem vinda na Jubiart!

Bjãoooooooo

Ana disse...

Eu adoro literatura brasileira, tudo o que seja do Caio, do Jorge Amado e Rubem Fonseca eu adoro. Mas adoro muitos mais, na faculdade andei a assistir a literatura brasileira, que não tinha nada a ver com o meu curso, só para ficar a conhecer bem o que se escreve e escreveu por aí e adorei. Agora ando a tirar Estudos portugueses e Lusófonos, aos bocadinhos:), e voltarei a ter literatura brasileira com muito gosto.
Confesso que até agora só não gostei do Budapeste do Chico Buarque...
beijos

Milaresendes disse...

Oi gurias,
obrigado pela contribuição de vocês, sempre tão carinhosas!
Eu simplesmente, amo ler e não consigo viver sem um livro nas mãos ou na tela do computador...
Bjkas
Mila