terça-feira, 23 de abril de 2013

Meu gol de placa, quer dizer, meu gesto de desapego no 6º BookCrossing Blogueiro

Incentivadora: Luma Rosa
 
Fiz minha "desova", ops! desculpa, meu ato de libertação no sábado [ 20/04 ]; juro que queria ter feito diferente desta vez, mas não deu, teve de ser no comércio local e pior, não pude aguardar pra ver quem seria o "eleito" do livro... Mas, cumpri com o ritual de deixar um bilhetinho explicando a atividade, espero que esteja sendo bem aproveitado.
 
 
O eleito foi Os Donos do Mundo de Luis Augusto Simon e Rubens Leme da Costa, sei que parece bem estranho eu ter um livro sobre futebol, mas sou do tipo que assiste futebol sim... gosto de saber os nomes e termos futebolísticos e dar os meus pitacos de "técnica"...
Só não vou a Estádios, e não, não tenho time de futebol, no máximo a Seleção Brasileira.
Pensei comigo mesma, e achei que com esse lance de Copa das Confederações no Brasil este ano, a pessoa poderia ler e saber mais sobre os protagonistas de todas as Copas do Mundo [ bom, pelo menos até a Copa de 2006 na Alemanha ].
 
 
 
"A cada quatro anos, o mundo para. Casamentos terminam, relações não são discutidas, batizados são adiados, o almoço esfria. Durante um mês vive-se em clima de feriado, as pessoas se tornam mais ou menos amorosas e cordatas em relação direta com a pontaria de seus atacantes. É Copa do Mundo, quando o amor ao País aflora, quando o ódio ao vizinho aumenta, Mas, paradoxalmente, é o tempo em que se admite que o rival de séculos também tem craques." [pg. 9]
 
O livro é super interessante pois foi escrito por dois jornalistas da área de esportes e tem uma visão bem aproximada do cenário por trás de cada seleção que ganhou uma Copa do Mundo [ momento auge do futebol interplanetário! ],
 
"Jornalistas que cobrem futebol são figuras muito estranhas. Deixam boa parte da vida de lado para correr atrás de uma bola. Mas não a chutam. Eles abraçam a missão de contar a história de quem o faz." [Maurício Noriega]
 
"Estão aqui todos os vencedores. Jogadores e técnicos, Pelé, Maradona, Garrincha, Beckenbauer, mas também Julio César Britos, ponta-direita do Uruguai que perdeu a posição alguns jogos antes da Copa de 1950. Não fez nenhuma partida, mas está aqui. Alcides Eduardo Ghiggia, o novo titular, aquele que o mandou para o esquecimento, também está. A idéia sempre foi esta: homenagear os 22 ou 23 jogadores que levaram seu País às lágrimas. Está Zidane, mas também está Pepe."


 
 
Com uma linguagem que nos aproxima e muito da crônica esportiva, o livro nos remete ao momento de cada Copa a começar pela do Uruguai em 1930 e o hiato entre a de 1938 e 1950.
 

"A final da Copa de 1938 marcaria o fim da competição durante 12 anos, devido à Segunda Guerra Mundial [1939-1945] e por encontrar boa parte dos Países europeus destruídos após a guerra." [pg. 65]

 
O livro exalta as vitórias mas também enfatiza o ser humano, o homem-atleta por trás de cada seleção:
 
 

Didi, bicampeão em 1958 e 1962 e melhor jogador da Copa de 1958:

"Fiz um gol de folha seca contra o Peru, ganhamos de 1 a 0 e faltavam só oito minutos. (...) Eu "cortava" a bola e isso dava um efeito muito grande. (...) Treinava tanto isso que perdia a unha do dedão do pé a cada 50 dias." [pg. 488]

Djalma Santos, Titular em 1954 e Bicampeão em 1958 e 1962:
 
"Nosso time era muito bom, mas os dirigentes eram muito ruins." [pg. 488]

Cafu, Capitão em 2002, único brasileiro a jogar três finais de Copas:
 
"Uma final de Copa do Mundo é uma coisa louca. Fiquei cego, esqueci o meu plano e fui jogar."  [pg. 491]

Schiaffino, Campeão Mundial de 1950:

"Quando terminou, fui cumprimentar o Danilo. Nunca tinha visto um homem chorar daquele jeito. Olhei para o público calado, para o Danilo chorando e chorei também. Chorei bastante." [pg. 499]



Desta vez, aproveito o ensejo e deixo a dica, para quem reside em Gravataí/RS e gosta de ler e não se importa de ler livros editados a mais de uma década, tem uma loja de variedades [ tipo 1,99 ]  na Rua José Costa de Medeiros, [ antigo prédio do Banco Itaú e Câmara de Vereadores ] onde os livros custam a partir de R$2,99!!!
Sim, é um verdadeiro achado! São livros novos, só não tem muita variedade de temas, mas eu, sempre acho algum título legal e compensa super, o baixo preço...
 
 
 
Estava lendo o que a Luma escreveu sobre ela dar esse pontapé inicial no BookCrossing, mas nós é que devemos fazer nosso desapego como hábito, e ficou na minha mente a idéia de realmente não esperar somente pela blogagem e continuar fazendo outros "desapegos"... conforme realizar nova experiência deixarei registrado aqui no blogue.  

#Fica a dica!

:]
 

12 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Olá Mila!
Sabe que eu adorei sua participação. Em outros tempos...lá para trás... eu ouvia tudo o que era jogo de futebol pela rádio... e me empolgava sempre... Também não torcia para time nenhum...gostava do evento e dos narradores do jogo.
Sorte para quem achar o livro! E chegará nas mãos certas!
Também participo do Book Crossing Blogueiros desde o início e este ano libertei vários.
Um abraço.
Astrid Annabelle

Luma Rosa disse...

Oi, Mila!!
Acho que vou ler a minha postagem novamente, pois pelo que me lembro, escrevi que queria que as pessoas fossem independentes e que no bookcrossing blogueiro, eu seria apenas a organizadora e no restante do ano, os blogueiros deveriam criar uma label própria em seus blogues para libertar os livros a qualquer tempo e documentar acaso quisessem.
O Bookcrossing acontece em todo o canto do mundo e por diversas nacionalidades e pessoas. Já o BookCrossing Blogueiro é uma ideia adaptada e que aceita outras formas de libertação dos livros. Uma forma que eu encontrei de trazer para a blogosfera o conceito do Bookcrossing. Agora é com vocês colocar em prática a libertação dos livros!
Obrigada por participar, Mila!!
Que você contamine outras pessoas e que mais e mais pessoas, sendo blogueiros ou não, se conscientizem que é dividindo o que temos que agregamos mais cultura para a nossa vida!
Beijus,

Suzana Martins disse...

Nossa Mila, que presente hein?!!
Ain, como eu quero esse livro. rs..

Beijos e parabéns pela participação!!

Old Eagle disse...

Olá, Mila! Também acho que esse evento deveria valer para o ano inteiro. Assim,eu teria uma desculpa para esvaziar a minha estante e encontrar uma nova utilidade pra ela. Gostei do livro que você libertou. Boa semana!

Ana disse...

O livro parece ser mesmo muito bom:) eu também gosto de futebol, não do tipo de ir ver jogos mas gosto de estar a par e é deveras um fenómeno!
beijinhos e força nessa hora, principalmente para a familia. Partir cedo demais é sempre muito injusto e deixa-nos sem palavras e sem chão...

Trícia disse...

Super interessante esse livro. Taí...eu gostaria de resgatá-lo!!!

Tb estou participando do projeto!

Parabéns pela participação!

Bjs!
Trícia
http://espelhodesi.blogspot.com.br/

BIA disse...

Oi Mila!!!
Muito legal o BookCrossing , quem criou este projeto foi mesmo um grande feito, principalmente no Brasil que precisa tanto de educação e cultura.
Uma alegre semana pra você!!!
Bjs :)

Milaresendes disse...

Oi Astrid, Luma, Suzana, Old Eagle, Ana, Tricia e Bia!
Fico muito contente em ver tantas pessoas interagindo num projeto tão legal... Sou apegada aos livros, adoro reler, mas aprendi a valorizar a doação e o desapego!
Bjkas
Mila

Rubão disse...

Olha, que legal, uma resenha do meu livro feito por uma mulher, é a primeira que leio e a que mais gostei.

quem disse que mulher não entende de futebol ou não escolhe bem suas leituras?

Rubão disse...

Olha só, que legal, uma mulher comentando meu livro e, por sinal, foi o que mais gostei até agora.

Quem disse que o chamado "sexo frágil" não entende de futebol ou não gosta de uma leitura? Rs.

luis augusto simon disse...

oBRIGAdo a todas pelos elogios. O livro foi feito com muita pesquisa e coração. Luis Augusto Simon. Conheçam meu blog http://www.blogdomenon.blogosfera.uol.com.br

Milaresendes disse...

Caros Rubão e Luis Augusto Simon,
fico muito contente por terem gostado da minha postagem sobre o livro Os Donos do Mundo. Foi realmente uma leitura muito agradável e enriquecedora. Passei adiante no BookCrossing e tenho certeza de que ele continuará encantando aos apaixonados por futebol e boa literatura!
Abraços
Mila