quarta-feira, 9 de abril de 2014

Desistímulo chamado Brasil

Sinceramente, sou otimista.
Creio que tudo é possível.
Mas também confesso que fatos noticiados diariamente sobre a gestão do Brasil me desestimulam...
 
Pois é, atraso em obras funcionais nos aeroportos, grandes vias urbanas, "jeitinhos" que vão sendo "remendados" pelos responsáveis que só sabem dizer: "_Tudo vai estar pronto para a Copa!"
 
E a enchente do Rio Madeira, caminhoneiros longe de casa, parados, inertes, a mais de 30 dias e sem previsão de quando poderão se locomover... mas vem cá, alguém é pago nesse mundo Brasil pra intervir e tentar ajudar esses trabalhadores!
 
É no dia Mundial de Combate ao Câncer ter exposto que a maioria das pessoas descobre que está com câncer nas emergências dos grandes e cheios hospitais... que no Brasil não se pode fazer pesquisas com a cannabis e nem a utilizar com fins terapêuticos; sendo o dito que necessita tem de ir até o traficante conseguir o ilícito... mas cachaça se vende em boteco!
 
E agora a maior, a verdadeira questão que precisamos discutir: a grande pensadora contemporânea Valeska Popozuda!
 
...
 
O Brasil não pode ser um País sério... Minha vida é muito mais séria do que o País em que vivo!
As minhas contas são muito mais investigadas e analisadas do que as do País em que vivo!
Somos todos tributados para viver e cadê a saúde, a educação, o lazer, a segurança, etc.?
 
Pois é, mas eu sou otimista. Creio no amanhã. Luto por ele. Vivo por ele. Mas tá difícil.
 
:]

6 comentários:

Ana disse...

Olha Mila somos paises irmãos em tudo, aqui é igual, os dinheiros públicos são mal geridos, são gastos onde não se deve, andam-se os politicos a pavonear no estrangeiro com coisas superfulas, quando do essencial está tudo ainda por fazer, as pessoas cada vez vivem pior e estamos a perder uma quantidade enorme de população para outros países porque o futuro aqui é bastante incerto...

Jussara Neves Rezende disse...

Super concordo! E tb luto pelo amanhã no qual acredito... mas estou enojada, cansada desses desmandos, dessa baderna, dessa "farra do boi"; realmente tá difícil :/

Jussara Neves Rezende disse...

Eu já concordei e assinei embaixo? Porque ler eu tenho certeza de que já li seu texto... mas tudo anda tão corrido que quase não tenho mais tempo de comentar (nem de postar).
Espero que tudo esteja bem com vc!
Abraço,
Jussara - minasdemim

Selma Helena. disse...

Oi Mila!

Amada, estou sentindo falta das suas postagens, das lindas imagens que colorem nossos dias e das mensagens reflexivas e de otimismo.
Onde anda, flor?
Saudades de você, viu?
Beijos!!!!

cronicasdeumaraparigadesonho disse...

Milinha, não tenho o teu mail. ESTOU CHEIA DE SAUDADES e estou preocupada. Está tudo bem? Porque deixaste o blog sem avisar? Diz qualquer coisa.

Luma Rosa disse...

Oi, Mila!
E agora perdemos outro direito constitucional; o de protestar! A Dilma segue a cartilha do populismo e se ela for reeleita, não sei o que será desse país!
Beijus,