quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Catilinárias, a palavra de ordem no Brasil



"Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência?
Por quanto tempo ainda há-de zombar de nós essa tua loucura?
A que extremos se há-de precipitar a tua audácia sem freio?
Nem a guarda do Palatino, nem a ronda noturna da cidade, nem os temores do povo, nem a afluência de todos os homens de bem, nem este local tão bem protegido para a reunião do Senado, nem o olhar e o aspecto destes senadores, nada disto conseguiu perturbar-te?
Não sentes que os teus planos estão à vista de todos?
Não vês que a tua conspiração a têm já
dominada todos estes que a conhecem?
Quem, de entre nós, pensas tu que ignora o que
fizeste na noite passada e na precedente, em que local estiveste, a quem convocaste, que
deliberações foram as tuas?
Oh tempos, oh costumes!"

 "Catilinárias", o nome da Operação que foi deflagrada ontem, atingindo o Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, um Ministro da Presidenta Dilma e mais alguns figurões. Esta é a denominação do conjunto de discursos feito pelo Cônsul Romano, Marco Túlio Cícero, denunciando conspiração armada de Lúcio Sérgio Catilina, no ano 63 a.C.


#Se não servir para outra coisa, serviu para enriquecer a nossa bagagem cultural.


Mila

2 comentários:

Maria Luiza disse...

Maria Emília, muito bom isso! Também repudio esse homem que zomba do povo todo! Está na hora e passando há muito dele pagar pela cara de pau! Abração!

Zulmira Romariz disse...

Verdade Mila, nunca tinha ouvido falar da Catilinada, já sei o que é,
boa semana amiga, beijos