quinta-feira, 30 de junho de 2011

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Letra e Música

Confesso que tenho escutado bastante o som da Adele, acho sua voz marcante com um tom que me fascina...
Mas daí, fui dar uma conferida na tradução da letra da música Rolling In The Deep e fiquei bem surpreendida pois se trata de uma letra chorosa de um amor que se partiu e da ameaça de vingança...

As cicatrizes do seu amor me lembram de nós dois
Me mantém pensando que quase tivemos tudo

Você tinha meu coração nas mãos
Mas você o enganou no ritmo da batida

Você vai me pagar na mesma moeda e colher o que plantou

Você vai desejar nunca ter me conhecido



Mas vai aí, dá o play e te encanta com essa voz maravilhosa e a batida, toda especial...

Chuva e frio: o dia perfeito! kkkk



:)

terça-feira, 28 de junho de 2011

Quando a Boca Cala, o Corpo Fala...

Interessante este alerta colocado na porta de um espaço terapêutico:
Muitas vezes...
O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza.
O coração infarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a”criança interna” tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
E as tuas dores caladas? Como elas falam no teu corpo?
Mas cuidado... escolha o que falar, com quem, onde, quando e como...
Crianças é que contam tudo, para todos, a qualquer hora, de qualquer forma.
Passar relatório é ingenuidade.
Escolha alguém que possa te ajudar a organizar as idéias, harmonizar as sensações e recuperar a alegria.
Todos precisam saudavelmente de um ouvinte interessado.
Mas tudo depende, principalmente, do nosso esforço pessoal para fazer acontecer as mudanças na nossa vida...

Paramahansa Yogananda

*Obrigado Luma por compartilhar conosco pérolas da vida,
que Dj esteja em paz...


Sinal de alerta quando identifiquei mais de 3 situações na minha existência...
Já conhecia a poesia de Viviane Mosé e me identificava com as doenças relacionadas com os sentimentos mal resolvidos...
Agora o guru espiritual Paramahansa...
Será?!

:)

segunda-feira, 27 de junho de 2011

domingo, 26 de junho de 2011

E Viverão Felizes


Hoje a Nokas e o Z. estão se casando...

Não conheço seus rostos, nunca falei com eles, não sei quais são seus projetos e sonhos, não imagino no que se ocupam, não sei onde moram, não faço idéia do número que calçam...

Mas sei que o amor deles é lindo, daqueles de chorar no meio do filme...

Sei que são companheiros e que se completam nas diferenças...

E sei que eles possuem ótimos amigos, alguns em comum, outros separadamente, mas todos com igual cumplicidade e carinho por ambos...

Parabéns ao casal, que sejam iluminados pelo sol manso, pelas pétalas e pelo arroz tão carinhosamente preparados pelos amigos, que curtam a festa, a cerimônia e o amor...

São metades que se encontram e se entrelaçam, semeando novas mudas...

Metade de Tudo

Somos 7. De locais diferentes e com ligações distintas. Umas amigas, outras irmãs e algumas que nunca se cruzaram. Estamos unidas pela amizade, a curiosidade e a vontade de encontrar a me7ade. A me7ade em tudo: no amor, na amizade, no emprego, na vida.

Cheira à sua metade da laranja e sente-se, de repente, muito feliz.

Metade da Laranja. A outra metade de nós. Não necessariamente a alma-gémea. Sonhos que completam outros sonhos. Paixões que vão preenchendo a nossa metade. Gomos que se interligam por laços invisíveis. Amizade. Tudo agora começa a fazer sentido. Um novo sentido feito de todos os sentidos.

:)

sábado, 25 de junho de 2011

Meme Literário Critiquinha

Se você é como eu e gosta muuuuuito de livros, deve visitar o blog da Nataly é o Critiquinha; lá sabemos de novidades e lançamentos de livros, filmes, móveis com estilo e muito mais...

Afora que a Nataly é um doce de pessoa e se percebe pelo seu blog o quanto ela a-m-a fazê-lo.

Mas ela nos lançou um Meme Literário, dois na realidade, e hoje estarei respondendo um que se trata de um livro que li pelo chamado da capa!

Confesso que para mim são raras as vezes que adquiro um livro pela capa, mas foi com muito carinho que revivi a minha primeira dica de leitura do blog que é o livro Perdida de Carina Rissi, que conforme vocês podem comprovar abaixo tem uma capa primorosa! E a leitura não deixa nada a desejar, gostei muitíssimo do livro e recomendo! Afora que a Carina Rissi é uma fofa e tão logo postei a #dica de leitura ela própria deixou um comentário no blog, quer conferir? clica aqui.



É isso, foi um prazer participar e em dias estarei respondendo ao outro Meme que se trata de um livro que me cativou pela leitura do primeiro capítulo... Voltaremos!

:)

Lamentável Preconceito

Lamentavelmente hoje venho com essa imagem ridícula que circula entre os mais variados países nas páginas esportivas, quando deveria estar nas páginas criminais...



Não consigo conceber quem em sua sandice inventou que deveríamos rotular as pessoas pela cor da sua pele!

Defendo o amor pela diversidade, sempre!

Mas acredito que palhaços como o que lançou essa banana mais do que não gostar de pessoas diferentes dos seus padrões, também gostam de se mostrar para o mundo... Mídia grátis!

Merece punição, cabe a ele ter de trabalhar em algum centro de apoio a vítimas de preconceito e ter de comparecer a muitas palestras sobre o tema (!) melhor contribuir do que simplesmente pagar uma multa ou algum tipo de ressarcimento que não o coloque em contato com os diferentes...

E não sejamos simplistas pensando que esse é um caso isolado, temos inúmeros casos de desrespeito seja ele racial ou social acontecendo em todas as partes do mundo com pessoas que não dão ibope; denunciar estás bestas, é nosso dever e sempre que possível devemos nos rebelar com o errado, gritar contra as injustiças... 

E nós, será que podemos contribuir de alguma forma para ajudar a barrar situações lamentáveis como estas?

Fica a #dica: preconceito é burrice!


sexta-feira, 24 de junho de 2011

É São João Sim Sinhô


Penso que ando muito nostálgica ultimamente, e as comemorações de festas juninas permeiam essa minha nostalgia. Lembro que na época do colégio, era uma das minhas festas preferidas: dança da quadrilha, vestido caipira, o jogo da pescaria, e os maravilhosos quitutes: pipoca, amendoim, pinhão, pamonha, bolo de milho, bolo de aimpim, depois o quentão... fraquinho e com bastante açúcar... Tinha até o Seu Joca (já falecido) que fazia aniversário nesta época e a família fazia uma enorme fogueira no pátio da igreja...

Puxa, são ótimas recordações!


Como para o saudosista os bons tempos não retornam, vejo as festas juninas de hoje como um deboche ao que outrora foram... não tem mais as bandeirinhas feitas de revistas, os meninos não pintam mais o dente de preto para parecerem banguelas, nem fogueira sinhô (!) não fazem mais...


A gente até pensa em fazer uma em casa, convidar os amigos, fazer os enfeites, inventar brincadeiras, toneladas de comida, danças, sorrisos, alegria, mas daí o tempo urge e a gente se perde na correria da vida; mas quem sabe (?) pensemos em 2012...


Mas o saudosista. Este te diria, nada será como no passado, aquele de antigamente é que era bom... Que saudades daquele tempo que não volta mais...


E você? Lembra como eram as festas juninas? Conta aí...

:) 

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Estou ouvindo #1

Aproveitei o feriado para fazer uma playlist de algumas músicas que gosto de ouvir...

Curte aí, é só dar o play e se embalar!


^^*

Feriado e Sorrisos


Bom feriado...

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Belinha: bunda mole

Olá, sei que é um texto longo coisa e tal... Mas é muuuuuuuito bom!
Vale a pena se conceder uns três minutinhos pra ler e pensar: você tem bunda mole?

Extraído do livro: Este sexo é feminino/Patrícia Travassos

Belinha acordou às seis, arrumou as crianças, levou-as para o colégio e voltou para casa a tempo de dar um beijo burocrático em Artur, o marido, e de trocarem cheques, afazeres e reclamações.

Fez um supermercado rápido, brigou com a empregada que manchou seu vestido de seda, saiu como sempre apressada, levou uma multa por estar dirigindo com o celular no ouvido e uma advertência por estacionar em lugar proibido, enquanto ia, por um minuto, ao caixa automático tirar dinheiro.

No caminho do trabalho batucava ansiedade no volante, num congestionamento monstro, e pensava quando teria tempo de fazer a unha e pintar o cabelo antes que se transformasse numa mulher grisalha.

Chegando ao escritório, foi quase atropelada por uma gata escultural que, segundo soube, era a nova contratada da empresa para o cargo que ela, Belinha, fez de tudo para pegar, mas que, apesar do currículo excelente e de seus anos de experiência e dedicação, não conseguiu.

Pensou se abdômen definido contaria ponto, mas logo esqueceu a gata, porque no meio de uma reunião ligaram do colégio de Clarinha, sua filha mais nova, dizendo que ela estava com dor de ouvido e febre.

Tentou em vão achar o marido e, como não conseguiu, resolveu ela mesma ir até o colégio, depois do encontro com o novo cliente, que se revelou um chato, neurótico, desconfiado e com quem teria que lidar nos próximos meses.

Saiu esbaforida e encontrou seu carro com pneu furado. Pensou em tudo que ainda ia ter que fazer antes de fechar os olhos e sonhar com um mundo melhor. Abandonou a droga do carro avariado, pegou um táxi e as crianças.

Quando chegou em casa, descobriu que tinha deixado a pasta com o relatório que precisava ler para o dia seguinte no escritório! Telefonou para o celular do marido com a esperança que ele pudesse pegar os malditos papéis na empresa, mas a bosta continuava fora de área. Conseguiu, depois de vários telefonemas, que um motoboy lhe trouxesse os documentos. Tomou um banho, deu o jantar para as crianças, fez os deveres com os dispersos e botou os monstros para dormir.

Artur chegou puto de uma reunião em São Paulo , reclamando de tudo. Jantaram em silêncio.

Na cama ela leu metade do relatório e começou a cabecear de sono. Artur a acordou com tesão, a fim de jogo. Como aqueles momentos estavam cada vez mais raros no casamento deles, ela resolveu fazer um último esforço de reportagem e transar.

Quando estava quase pegando no sono de novo, sentiu uma apalpadinha no seu traseiro com o seguinte comentário:

- Tá ficando com a bundinha mole, Belinha... deixa de preguiça e começa a se cuidar..

Belinha olhou para o abajur de metal e se imaginou martelando a cabeça de Artur até ver seus miolos espalhados pelo travesseiro! Depois se viu pulando sobre o tórax dele até quebrar todas as costelas! Com um alicate de unha arrancou um a um todos os seus dentes depois deu-lhe um chute tão brutal no saco, que voou espermatozóide para todos os lados!

Em seguida usou a técnica que aprendeu num livro de auto-ajuda: como controlar as emoções negativas. Respirou três vezes profundamente, mentalizando a cor azul, e ponderou. Não ia valer a pena, não estamos nos EUA, não conseguiria uma advogada feminista caríssima que fizesse sua defesa alegando que assassinou o marido cega de tensão pré-menstrual. ..

Resolveu agir com sabedoria.

No dia seguinte, não levou as crianças ao colégio, não fez um supermercado rápido, nem brigou com a empregada. Foi para uma academia e malhou duas horas.

De lá foi para o cabeleireiro pintar os cabelos de acaju e as unhas de vermelho.

Ligou para o cliente novo insuportável e disse tudo que achava dele, da mulher dele e do projeto dele.

E aguardou os resultados da sua péssima conduta, fazendo uma massagem estética que jura eliminar, em dez sessões, a gordura localizada.

Enquanto se hospedava num spa, ouviu o marido desesperado tentar localiza-lá pelo celular e descobrir por que ela havia sumido.

Pacientemente não atendeu.

E, como vingança é um prato que se come frio, mandou um recado lacônico para a caixa postal dele..

- A bunda ainda está mole. Só volto quando estiver dura. Um beijo da preguiçosa...

FIM... ou seria um novo começo?

:)

terça-feira, 21 de junho de 2011

E o Inverno Chegou

É isso aí, hoje as 14h16min. o inverno 2011 eis que ressurgiu triunfante, para mais um período no Hemisfério Sul da Terra...

Aqueçam os cobertores, se puxem nos cachecóis, sopinhas devidamente estocadas e aguardemos a primavera...






 
:-)

Meu Molho...

Ontem fui obrigada a ficar de molho, visto a minha (sic) indisposição alimentar...

Serviu para:

Anonymus Gourmet
Estilo Moda

Acesso MTV
Datena na Record
Mas também serviu pra cada vez mais me convencer de que na tv aberta não tem quase nada que preste!

#brasileiraquenãogostadenovela

:)

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Droga de Gula!


Achei que não iria usar tão cedo essa imagem lindinha... mas é isso, quer dizer que hoje estou 'dodói'... Porquê?!

Gulosa que sou...

Confesso que recorro a esse pecado capital e que lá uma vez ou outra acaba mal a minha "viagem gastronômica".

O que acontece quando você mistura: sanduíche, arroz com linguiça, aimpim e carne de panela, bolo de chocolate e pão de queijo, devidamente regado por coca-cola após as 18h de um domingo???

A Miriam da Rocha está tentando me consolar: "Com um pouco de boa vontade é fácil livrar-se do pecado da gula; examine o que está acontecendo, seus medos, sua ansiedade, as coisas que lhe magoaram, seus receios, identifique e controle suas emoções, reconheça o que sente e substitua a voracidade no comer, pelas suas pequenas conquistas. E, isto acima de tudo: seja fiel a você mesma; ame-se! Quando sentir amor por si mesma, jamais cometerá nenhum dos pecados capitais."

Eu juro! Logo que a dor de barriga passar, eu não peco mais!!!

:S ~~~>    :)

sábado, 18 de junho de 2011

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Doidas e Santas

Recebi um e-mail da minha irmãzinha hoje no fim da tarde e achei super propício para dividir com vocês aqui no blog.
No e-mail havia um pps muito fofo com trechos do livro Doidas e Santas da Martha Medeiros, os quais transcrevo aqui para nos deleitarmos com as sábias palavras de uma doida (como nós também)...
Tenho uma amiga a Viver que também compartilha conosco algumas crônicas da Martha Medeiros, acredito que vá gostar.



Doidas e Santas

"Estou no começo do meu desespero e só vejo dois caminhos: ou viro doida ou santa." São versos de Adélia Prado.

Mas vamos lá. Prá começo de conversa, não acredito que haja uma única mulher no mundo que seja santa. Os marmanjos devem estar de cabelo em pé: como assim, e a minha mãe?

Nem ela, caríssimos, nem ela...

Existe mulher cansada, que é outra coisa. Ela deu tanto azar em suas relações que desanimou. Ela ficou tão sem dinheiro de uns tempos prá cá que deixou de ter vaidade. Ela perdeu tanto a fé em dias melhores que passou a se contentar com dias medíocres. Guardou sua loucura em alguma gaveta e nem lembra mais.

Santa mesmo. Só Nossa Senhora, mas cá entre nós, não é uma doideira o modo como ela engravidou? (não se escandalize, não me mande e-mails, estou brincando).

Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar nosso poder de sedução para encontrar "the big one", aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais. Uma tarefa que dá para ocupar uma vida, não é mesmo?

Mas além disso temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir de vez em quando que somos santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca mas nunca... pensaremos em jogar tudo pro alto e embarcar num navio-pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar uma cafetina, sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha...

Eu só conheço mulher louca. Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante. Pois então. Também é louca. E fascina a todos.

Todas as mulheres estão dispotas a abrir a janela, não importa a idade que tenham.

Nossa insanidade tem nome, chama-se Vontade de Viver ou até a Última Gota.

Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora. E santa, fica combinado, não existe.

Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseje mais nada?

Você vai concordar comigo..."

Martha Medeiros

:)

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Faça, Viva!


Fico pensando vez e outra sobre a vida. Nossas escolhas, os acertos, os erros, as dúvidas, as incertezas que sempre batem a porta... Não tenho certeza quando olho para meu passado se fiz as melhores ecolhas para minha vida (...) mas quando olho para trás também não tenho grandes arrependimentos ou "manchas".
Creio que não foi muito difernte de atualmente quando prefiro calar a brigar; ser feliz a estar certa.
Nessa semana num momento de inspiração escrevi no facebook: "Todos temos um passado... não um esqueleto mas um corpo que se mexe, que incomoda, que come, que anda, que bebe... no armário ficam os segredos, o passado, esse vive com a gente!"
Pensei nisso quando estava com um pensamento de que o passado a gente não "apaga", ele constantemente bate a nossa porta, se intromete, se re-introduz em nosso presente e futuro; e frequentemente não podemos fazer nada contra ele... Afinal trata-se das nossas escolhas de um tempo passado. 
Portanto, eis a leitura que faço da vida: seja feliz hoje, não espere o amanhã para realizar os sonhos, dizer eu te amo, abraçar um ser querido, andar de bicicleta, comer um chocolate, se auto-presentear, dançar uma música legal, escrever um recado amoroso... faça ou não se arrependa de não ter feito, mas faça e viva!

Obrigado por existirem na minha vida...

:)

terça-feira, 14 de junho de 2011

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Série Fim do Mundo *1

Oi, tenho de compartilhar com vocês essa preciosidade que está sendo exibida em episódios pela emissora de tv local. Uma linda viagem cantada em poema com saberes e sabores do Fim do Mundo...
Serão cinco episódios e vou dispor aqui o trailer dos episódios.


Lindo e emocionante!

:)

sábado, 11 de junho de 2011

Todos os Dias são de Amor

Entreguei agora (17:54) o meu "mimo" de dia dos Namorados para o N.
É, hoje, véspera do dia oficializado aqui no Brasil... todos os dias são duas propícios para um "mimo" àqueles que amamos!










Dia dos Namorados é TODOS os dias!!!